Notícias

Tenente Nascimento assina filiação na sede estadual do PL em São Paulo

PRESIDENTE VALDEMAR COSTA NETO ABONOU A FICHA DO DEPUTADO.   

O parlamentar paulista, autor da Lei que instituiu o programa Patrulha Maria da Penha no estado de São Paulo, agora faz parte da família liberal. A filiação aconteceu na manhã dessa segunda-feira, 20/12. Além do Presidente Nacional do PL, Valdemar Costa Neto, o ato reservado teve as participações do líder do PL na Alesp, deputado estadual Ricardo Madalena, e do dirigente do PL no estado de SP, Tadeu Candelária.  

Leia abaixo a matéria na íntegra: 

 

O deputado estadual Tenente Nascimento é o mais novo reforço do Partido Liberal, que detém a terceira maior bancada na Assembleia Legislativa de São Paulo. Com a chegada do atuante parlamentar, autor da Lei que instituiu o programa Patrulha Maria da Penha no estado, e da lei que garantiu internet gratuita aos alunos da rede pública de ensino, a bancada paulista do PL passa a contar com oito deputados estaduais.  

O ato de filiação do Tenente Nascimento à legenda 22 aconteceu na manhã dessa segunda-feira, dia 20 de dezembro, na sede estadual do Partido Liberal em São Paulo. O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, fez questão de abonar a ficha de filiação do deputado estadual ao PL. O momento foi prestigiado, ainda, pelo líder do PL na Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado estadual Ricardo Madalena, e pelo presidente estadual do PL-SP, José Tadeu Candelária. 

AS BOAS-VINDASP 

“A chegada do Tenente Nascimento ao PL tem grande representatividade para o partido, não só no estado de São Paulo, mas para o nosso quadro nacional de grandes e honrados homens públicos. Seja muito bem-vindo à legenda 22, deputado!”, destacou o líder maior, presidente nacional do PL, Valdemar Costa neto. 

“Nossas boas-vindas ao Tenente Nascimento traduzem o sentimento de alegria de todos os liberalistas paulistas, que se sentem honrados em receber nos quadros do PL um homem público com valores e princípios muito bem definidos e defendidos com coerência no seu mandato na Assembleia Legislativa”, reconheceu o dirigente do Partido Liberal no estado de São Paulo, José Tadeu Candelária. 

“O Tenente Nascimento é um companheiro respeitado por todos no parlamento paulista, por sua conduta ética e pela qualidade política do seu mandato. A bancada do PL está orgulhosa e certa de que sua chegada vai agregar qualidade e maior destaque aos nossos trabalhos”, afirmou o líder do PL na Alesp, deputado Ricardo Madalena. 

BIOGRAFIA RESUMIDA 

MANOEL BARBOSA DO NASCIMENTO – o Tenente Nascimento – é natural de São Paulo, pastor, casado há 40 anos com a missionária Dileam Nascimento. Tem três filhos e três netos. É pastor adjunto na Igreja Assembleia de Deus – Ministério no Ipiranga, onde congrega há mais de 60 anos e já atuou como maestro, superintendente e professor da escola dominical. Atualmente faz parte da Comissão de Capelania da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil. 

Oficial da Reserva da Polícia Militar, Tenente Nascimento serviu na corporação por mais de 26 anos e acumulou experiência em segurança e administração. Formado nos cursos superiores de Polícia e Cidadania da Polícia Militar e de Polícia Comunitária.  

Atua há 40 anos na vida pública. Antes de se eleger deputado estadual, foi assessor e chefe de gabinete na Alesp e na Câmara Federal. Atualmente cursa Direito na Universidade Nove de Julho (Uninove). Por sua experiência política, tem atuado em diferentes esferas como Saúde, Educação, Área social, Segurança Pública e em defesa da criança/adolescente, da mulher, idoso e da família. 

Foi eleito em 2018 para o seu primeiro mandato de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, ondo já exerceu a vice-presidência da Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJR); sendo atualmente membro efetivo da Comissão de Educação e Cultura, e membro suplente nas Comissões de Fiscalização Controle, Transportes e Comunicações e Constituição e Justiça. 

Tenente Nascimento é autor da Lei que instituiu o programa Patrulha Maria da Penha no estado de São Paulo, da Lei que garantiu durante a pandemia a visita familiar e religiosa de forma virtual e presencial aos pacientes com covid-19, e a internet gratuita aos alunos da rede pública de ensino.