Astronauta Marcos PontesNotícias

Sancionada Lei que institui 19 de maio como o Dia Nacional do Físico

RELATORIA DE MARCOS PONTES.

Senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) foi relator do Projeto de Lei 3.441/2021, que deu origem à lei sancionada pela Presidência da República no dia 22 de dezembro de 2023.  A Lei nº 14.769/23 estabelece 19 de maio como o Dia Nacional do Físico, data marcada pela publicação de artigo do renomado físico Albert Einstein, em 1905. A data já é celebrada em diversos países como um tributo à importância da física.

Confira abaixo a matéria na íntegra*

A presidência da República sancionou no dia 22 de dezembro a Lei nº 14.769, de 2023, que estabelece o dia 19 de maio como o Dia Nacional do Físico. A iniciativa tem como objetivo reconhecer as significativas contribuições dos físicos para o desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil.

A escolha da data remonta a 1905, marcada pela publicação do artigo do renomado físico Albert Einstein, que delineou a Teoria da Relatividade. Internacionalmente reconhecido pela Unesco, o dia 19 de maio já é celebrado em diversos países como um tributo à importância da física.

O Dia Nacional do Físico será comemorado anualmente e servirá como uma oportunidade para escolas, universidades e instituições científicas promoverem eventos, palestras e atividades que destaquem a relevância da física no cotidiano da população.

O Projeto de Lei nº 3.441/2021, que deu origem à lei, teve relatoria do senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) e foi aprovado de maneira definitiva na Comissão de Educação (CE) em novembro.

Em seu relatório, o senador destaca a presença da física em diversos aspectos da vida cotidiana, ressaltando a interdisciplinaridade da disciplina com outras áreas do conhecimento.

“A física está presente em absolutamente tudo o que fazemos. Ela nos propiciou avanços, conquistas e inventos como o telescópio Hubble, laser, transístor, usos de energia nuclear, os circuitos eletrônicos e a ressonância magnética”, escreveu o senador Astronauta Marcos Pontes em seu relatório final, ao concluir:

“No enfrentamento dos desafios da interdisciplinaridade, a disciplina se articula cada vez mais com outras áreas do conhecimento, a exemplo das engenharias, matemática e ciências da computação, biologia e saúde, ciências humanas e sociais”, justificou Marcos Pontes.

CLIQUE AQUI para acessar à Íntegra da Lei 14.769, de 2023

*Com informações de matéria publicada no portal do PL Nacional em 29 de dezembro de 2023, sob fonte da Agência Senado. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado.