ArtigosAstronauta Marcos PontesNotícias

Responsabilidade e méritos

ARTIGO DE OPINIÃO.

Este artigo foi publicado originalmente no site do senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) em 17 de junho de 2014. www.marcospontes.com

 

Por Marcos Pontes*

Você é o único responsável pelos seus resultados, pelas suas falhas e pelas suas vitórias. O mérito ou a culpa são totalmente seus, não das condições. Não tenha medo de assumir a culpa pelos seus erros, mas também não tenha vergonha de assumir os méritos das suas vitórias. Infelizmente, isso é muito comum na nossa cultura latina.

Por exemplo, eu tenho o mérito de ter conquistado o meu sonho de chegar ao espaço. Isso aconteceu graças ao meu trabalho e dedicação, não devido à “sorte”, às condições ruins do início em Bauru, ou às condições adequadas para a educação dentro da Força Aérea. Se essas condições fossem realmente determinantes, já teríamos muitos “astronautas brasileiros”.

Milhares tiveram exatamente as mesmas condições que eu tive. Ou seja, poderiam estudar em escolas públicas, participar de concursos públicos nacionais e deixar de lado todos os seus momentos de lazer para estudar e trabalhar dia e noite, por muitos anos, focando toda a sua energia apenas para conquistar o sonho de voar.

Depois, uma vez atingido esse patamar e estarem confortáveis com os seus resultados, poderiam ter arriscado tudo novamente, sacrificando a carreira tão sonhada, o convívio com a família, a paz e a própria saúde, pelo sonho de servir a pátria como astronauta, e pela responsabilidade de cumprir sua missão até o final, apesar de todas as dificuldades.

Por que não fizeram? O que foi determinante? As condições ou a determinação?

Claramente, a determinação pessoal sempre será o principal responsável pelo seu sucesso e, assim, não tenha vergonha de assumir os seus méritos.

Aqui você poderia perguntar: “Então, eu não devo ser agradecer a ninguém pelo meu sucesso?”

Veja bem, é importante ressaltar que “assumir os seus méritos” não significa que você não deve ser agradecido às pessoas e às instituições que, de algum modo, o ajudaram na sua jornada. Contudo, lembre-se que você e muitas outras pessoas passaram pelas mesmas instituições tiveram as mesmas condições para “chegar lá”.

Em consequência, é lógico que todos vocês, sem exceção ou distinção, com sucesso ou não, mas que tiveram as mesmas condições oferecidas de estudo, preparação, etc., têm exatamente a mesma obrigação de agradecer às pessoas e instituições que proporcionaram essas condições.

O fato de eu ter estudado no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), por exemplo, e depois ter tido sucesso no meu objetivo de me tornar astronauta, não significa que eu tenha nem mais, e nem menos, obrigação de agradecer àquela instituição em relação a qualquer outro cidadão que também tenha sido aluno do ITA. Todos nós recebemos a mesma formação.

Assim, é importante que você agradeça pelas condições oferecidas exatamente da mesma forma que qualquer outro dos seus pares.

Por outro lado, em termos de atingir metas, se você atingiu seus objetivos maiores e distintos, isso foi por mérito seu, pela sua maior determinação e sacrifício pessoal. Portanto, nesse caso, não é você quem deve agradecer, mas sim, todos nós, pessoas e instituições, que devemos parabenizar e agradecer a você pelo exemplo positivo.

Portanto, em resumo, lembre-se disso: responsabilidade 100%. Isto é, para que você tenha sucesso em alguma coisa, é essencial que você assuma responsabilidade completa pela sua vida e seus resultados!

Perceber, e viver realmente, essa idéia simples pode ser a chave para modificar o restante da sua vida. Observe que, tudo o que existe em sua vida hoje, nesse exato momento, é, de alguma forma, o resultado de suas decisões e comportamento no passado. Da mesma forma, tudo o que existirá no seu futuro será resultado de suas decisões e do seu comportamento do presente.

Não “culpe” a sorte, o ambiente, as condições iniciais, outras pessoas, ou qualquer outra coisa, por seus resultados ruins. Você é o único responsável por suas atitudes e suas consequências, sejam elas falhas ou méritos!

 

*Marcos Pontes, senador eleito pelo PL de SP em 2022 com 10.714.913 votos (49,68% dos votos válidos) obteve a maior votação do Brasil para a Casa Alta do Congresso Nacional. Foi ministro de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovações, no Governo Bolsonaro. Nascido na cidade de Bauru, formou-se engenheiro aeronáutico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Foi o primeiro astronauta brasileiro a ser escalado e a realizar um voo espacial, em 2006, quando cumpriu missão na Estação Espacial Internacional a bordo da nave russa Soyuz TMA-8. Formado pela NASA e pela Roscosmos, Marcos Pontes é Astronauta Profissional Especialista de Missão, formado pela NASA e pela Roscosmos; é palestrante motivacional; coach especialista em Desempenho Pessoal e Desenvolvimento Profissional; mestre em Engenharia de Sistemas; diretor técnico do Instituto Nacional para o Desenvolvimento Espacial e Aeronáutico; empresário, presidente da Fundação Astronauta Marcos Pontes; e autor de três livros: ‘Missão Cumprida. A história completa da primeira missão espacial brasileira’; É Possível! Como transformar seus sonhos em realidade’; e ‘O Menino do Espaço. A história do Primeiro Astronauta Brasileiro’; todos publicados pela editora Chris McHilliard do Brasil.