ArtigosImprensa Oficial PL-SPNotícias

O progresso vem nos trilhos

ARTIGO IMPRENSA OFICIAL PL-SP.

(*)                                                                 

Com o advento da importante indústria automobilística em nosso país, chegando no governo JK na segunda metade dos anos 50 do século XX, o transporte férreo enfrentou uma lamentável decadência.

O modal ferroviário data do século XIX, no surto desenvolvimentista do arrojado período de Pedro II, sob o comando visionário do espetacular Barão de Mauá.

Lá, no Brasil Império, se lançavam as sementes do transporte para nossa produção agrícola notadamente a cafeicultura, base da economia nascente. O progresso chegava sob trilhos, preconizando um Brasil libertava nossos irmãos negros da chaga vergonhosa da escravidão, o telégrafo e o telefone encurtavam distâncias, as potencialidades surgiam em todos os campos: social, econômico, cultural, institucional.

Com o advento da República, quase na virada para o emblemático século XX, vimos o surgimento de paradigmas e a decadência de modelos. E nossas ferrovias foram, dramaticamente, reduzidas à tênue sombra do que foram.

O desenvolvimento de nosso Estado de São Paulo, ainda hoje a locomotiva da Federação, deve a junção da fibra do povo bandeirante, da riqueza do solo e do conjunto de ferrovias que possibilitavam o transporte de insumos, de passageiros e o escoamento de nossa farta produção.

Ao longo dos anos 18 linhas férreas foram construídas passando pelo estado de São Paulo. Essa fase findou-se na década de 1930. Levantamento de 2022 mostra que malha ativa de trilhos é inferior do que a malha inoperante. São 2.390 km x 2.530km de ferrovias ociosas.

São Paulo e o Brasil não merecem esse indicador verdadeiramente cruel! O transporte ferroviário é o mais barato, conveniente, adequado ao mundo que busca respeito ao meio ambiente e oferecendo uma equação de corresponsabilidades entre a produção sustentável e o consumo consciente.

O Partido Liberal defende a retomada do modal ferroviário, integrado aos demais meios de transporte, como ferramenta fundamental para o Brasil cada vez mais desenvolvido, rico, protagonista do cenário das grandes nações produtivas.

(*) Artigo escrito pela Imprensa oficial do Partido Liberal – São Paulo.