Miguel LombardiNotícias

Miguel Lombardi pede à ANEEL que investigue apagão na região de Limeira

APURAR RESPONSABILIDADES.

Atendendo a reivindicações de moradores e empresários de Limeira, Rio Claro, Cordeirópolis e Iracemápolis, o deputado federal Miguel Lombardi (PL-SP) dirigiu ofício ao diretor-geral da ANEEL, Sandoval de Araújo Feitosa Neto, solicitando ao órgão regulador que sejam apuradas responsabilidades diante do apagão de energia elétrica nessas cidades.

Confira abaixo a matéria na íntegra*          

O deputado federal Miguel Lombardi (PL-SP) acionou a diretoria geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL,) em Brasília, para que o órgão regulador investigue responsabilidades diante do apagão no fornecimento de energia elétrica que atingiu consumidores de Limeira, Rio Claro, Cordeirópolis e Iracemápolis.

Miguel Lombardi oficializou a queixa da comunidade em ofício direcionado ao diretor-geral da ANEEL, Sandoval de Araújo Feitosa Neto, (48513025768/2023-00).

“Há cinco dias venho recebendo ligações de moradores e de empresários da nossa região. São relatos de indignação, revolta e impotência. Muita gente perdeu alimentos, outros perderam medicamentos que necessitam ser refrigerados”, destaca o deputado Miguel Lombardi ao concluir:

“Também houve preocupação das autoridades com impactos de longo prazo no abastecimento de água nas cidades. Os prejuízos para as pessoas, para o comércio local e para os serviços públicos são enormes. A concessionária deve explicações para a sociedade”, afirma o parlamentar do PL paulista.

O deputado Miguel lembra que uma das atribuições das agências reguladoras é cobrar das concessionárias a garantia dos direitos do cidadão e observar de perto a melhoria contínua da qualidade do serviço prestado.

“A concessionária opera há muito tempo em nossa região. A empresa tem o histórico de períodos de estiagem e de temporadas chuvosas. Por esta razão o plano de contingência deveria ser mais eficiente. O que as pessoas estão passando é inadmissível pelo valor da tarifa que pagam”, defende Lombardi ao pedir que sejam apuradas responsabilidades.

“Precisamos apontar responsabilidades e é importante que a ANEEL estabeleça reparações pecuniárias dos mais pobres que perderam alimentos até o setor produtivo que amarga prejuízos”, reivindica Miguel Lombardi.

O deputado relatou que pretende interagir com as comissões de Minas e Energia e de Defesa do Consumidor da Câmara Federal, para fortalecer ações legislativas de apuração de responsabilidades.

*Com informações de release da assessoria do deputado federal Miguel Lombardi (PL-SP), enviado em 7 de novembro de 2023.