Astronauta Marcos PontesNotícias

Astronauta Marcos Pontes vai debater estratégias de combate à dengue

AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CCT.

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) aprovou nessa quarta-feira, 21/2, requerimento apresentado pelo senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) para realização de audiência pública. O objetivo é discutir estratégias científicas e de inovação disponíveis para o combate efetivo da dengue no Brasil. “É um problema que já está sendo tratado com mais eficiência em outros países e que a gente precisa aqui no Brasil também resolver através da ciência”, alerta Pontes.

Confira abaixo a matéria na íntegra*

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) aprovou nessa quarta-feira, dia 21 de fevereiro, requerimento apresentado pelo senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) para a realização de audiência pública sobre estratégias científicas e de inovação disponíveis para o combate efetivo da dengue no Brasil (REQ 1/2024 – CCT).

Neste ano, o país enfrenta um aumento considerável da incidência da doença e diferentes estados e municípios decretaram estado de emergência, como mostrou a Agência Senado.

Na reunião da CCT, Marcos Pontes afirmou que o enfrentamento à dengue é um problema antigo no país. Para ele, ações de combate intensivas deveriam ter sido tomadas pelo Executivo de forma mais efetiva desde o ano passado.

“É um problema que já está sendo tratado com mais eficiência em outros países e que a gente precisa aqui no Brasil também resolver através da ciência, alertou Pontes.

O senador declarou que o desenvolvimento de vacinas no Brasil, pelos setores público e privado, contribuirá para soberania e promoção geopolítica brasileira ao diminuir a dependência de compra dos imunizantes de outros países.

A intenção da audiência, segundo Astronauta Marcos Pontes, é discutir o uso de tecnologias emergentes e abordagens científicas inovadoras contra a doença no Brasil, além do potencial de vacinas e do desenvolvimento de armadilhas mais eficazes contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue.

“O foco é explorar a prontidão e eficácia das soluções científicas para enfrentamento estratégico da doença no país, problema que se arrasta por décadas e atualmente está marcado por um aumento exponencial de casos em 2024. Este cenário demanda uma resposta coordenada, embasada em evidências científicas, envolvendo diferentes ferramentas em discussão produtiva com diferentes setores da sociedade, incluindo academia, governo e indústria”, escreveu o senador na justificativa do requerimento.

De acordo com o painel de monitoramento de arboviroses do Ministério da Saúde, até na última terça-feira, 20/2, foram registrados 688.461 casos de dengue neste ano, com taxa de incidência de 339 casos a cada 100 mil habitantes. Em 2024, o Brasil já registrou 122 óbitos por causa da doença e outras 456 mortes estão sob investigação.

“Esta crise representa um desafio significativo para a saúde pública, além de impor um ônus considerável aos sistemas de saúde, economia e bem-estar da população”, afirma Pontes.

Ressaltando que a audiência pública solicitada por Marcos Pontes é “muito bem-vinda”, o presidente da CCT, senador Carlos Viana (Podemos-MG) afirmou na reunião que o combate à doença envolve uma questão de educação e de iniciativas de conscientização constantes, mesmo nos anos em que há a diminuição de casos de dengue.

“A audiência pública é muito bem-vinda para que possamos discutir como podemos conviver [com a doença], já que não podemos erradicá-la até que tenhamos uma vacina efetiva para 100% dos casos e que o Brasil já poderia ter desenvolvido há mais de dez anos”, disse Viana.

 

CLIQUE AQUI para acessar à íntegra do REQ 1/2024 – CCT

 

*Com informações de matéria publicada no portal nacional do Partido Liberal (PL) em 21 de fevereiro de 2024, sob fonte da Agência Senado. Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado