ArtigosNotícias

Prefeitos e Líderes: comandantes emocionais durante uma crise.

Por Mauro Rinaldi*

Muitos prefeitos e líderes estão tendo que enfrentar a administração e liderança de equipes virtuais, as estratégias para a viabilidade da tecnologia e principalmente a ansiedade mediante a Pandemia. Este é o grande desafio do início de mandato dos Prefeitos, “colocarem suas inteligências emocionais para funcionarem a todo “vapor”, tendo equilíbrio para lidarem com suas emoções e preocupações objetivando a construção de uma identidade de grupo positiva de sua equipe, para combater com competência a pandemia, além de desemprego etc.

Ou seja, apesar da situação caótica, os prefeitos precisam inspirar suas equipes a darem o melhor de si. Trabalho árduo e difícil! Mas necessário. Ao assumirem os cargos políticos, prefeitos e equipe além de ter uma visão panorâmica para lidar com as incógnitas do seu governo, ainda assim herdaram o pior do século: A Pandemia. Por isso, gostaria de contribuir com 3 estratégias que podem ajudar a alavancar forças para a superação de uma crise horrível.

1ª. Tenha uma comunicação direta, transparente, aberta e com frequência. Os subordinados da equipe governamental, necessitam de informações para elaborarem mentalmente as mesmas, evitando ansiedade e medo, e fazendo brainstorming para possíveis ações. Essas informações devem ser com transparência e sinceridade e frequente. Seja sincero e forneça atualizações regulares;

2ª. Façam reuniões produtivas para maximizar o tempo do trabalho. O prefeito deve criar um laço afetivo com a equipe, entendendo as vulnerabilidades e incertezas de cada um. Reconheça a maratona da equipe e faça elogios principalmente pelos esforços;

3ª. Desenvolver um plano maleável: Os líderes podem se sentir paralisados pelas incógnitas e pelos parâmetros em constante mudança de uma época tão caótica. A primeira tendência pode ser se esconder embaixo da mesa e esperar que algum senso de normalidade retorne. Não se apegue muito a nenhuma solução, pois as coisas estão evoluindo rapidamente. Continue tomando o pulso da situação, analise o que está funcionando e o que não está. Esteja disposto a mudar de marcha sempre que fizer sentido, pense no pior cenário, no melhor cenário e no resultado real provável. Isso o ajudará a estar preparado para o que quer que aconteça e a fazer ajustes. Finalmente, não tente fazer isso sozinho. Dê o seu melhor, porém, fique atento a sua saúde mental. Quando você está decidido a fornecer liderança positiva no meio de uma crise, você estará bem posicionado para o crescimento e o sucesso do outro lado.

____________________________

*MAURO RINALDI é psicólogo clínico e organizacional, professor, escritor, economista, empresário, conferencista e palestrante – nacional e internacional. Presidente do INSTITUTO AMPLO Desenvolvimento de Potenciais Humanos, e membro da Paul Harris Society em apoio à Missão do Rotary Club International em promover a Paz Mundial. Autor dos livros: ‘Desperte Seus Potenciais Humanos’ e ‘Sementes de Amor’.

mauro@maurorinaldi.com.br

www.maurorinaldi.com.br