DESTAQUESNotícias

INFORMAÇÕES SOBRE A COVID-19

A pandemia que enfrentamos atualmente iniciou-se em 2019, na China, provocada por uma nova variedade de coronavirus humano, causadora da doença tecnicamente chamada de COVID-19, sigla, em inglês, para “coronavirus disease 2019” (doença por coronavírus 2019).

A manifestação dessa virose, que é leve em 80% dos casos, ocorre na forma de um resfriado ou uma gripe, mas pode agravar-se em pessoas já portadoras de outras enfermidades, com o desencadeamento de pneumonia e síndrome respiratória aguda e complicações que podem levar a óbito. Segundo as estatísticas oficiais do Governo Paulista, o Estado registrava, até 28/4/2020, 24.041 casos da doença e 2.049 óbitos dela decorrentes. Quase metade dos municípios paulistas já foram atingidos pela virose, e o avanço da pandemia ainda continua.

À luz dos conhecimentos atuais, a transmissão da doença dá-se por meio de fluidos corporais, seja pelo ar, na forma de gotículas de saliva expelidas durante o ato de falar, espirrar ou tossir, ou pelo contato pessoal com secreções ou objetos contaminados por estas.

PRECAUÇÕES

Dadas as particularidades da doença e suas formas de contágio, as recomendações para prevenir sua propagação são:

  • Evitar o contágio interpessoal;
  • Distancimento social;
  • Uso de máscara quando for necessário sair de casa;
  • Lavar as mãos cuidadosamente com água e sabão após tossir ou espirrar, depois de cuidar de pessoas, após tocar objetos de uso comum, após ir ao banheiro e antes e depois de comer;
  • Usar antisséptico de mãos à base de álcool gel 70% quando não for possível lavá-las de imediato com água e sabão;
  • Cobrir, com a dobra dos braços ou um lenço descartável (que deve ser descartado em seguida), a boca e o nariz ao espirrar ou tossir.

São medidas simples, ao alcance de todos, que dão grande contribuição ao combate à pandemia.

É importante ter em mente que os serviços de saúde já estão sobrecarregados com pacientes atingidos pela doença, e vagas em UTIs estão-se tornando escassas.

Infelizmente, ainda não há vacina contra o vírus, embora pesquisas com o objetivo de obtê-la já estejam sendo conduzidas em vários países.

FIQUE ATENTO

É importante ficar atento ao aparecimento de sintomas que podem ser indicativos da COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar
  • Dificuldades respiratórias

Procure um serviço médico, como um Pronto Atendimento, caso esses sintomas persistam.