Notícias

Zoinho defende direitos de jovens usuários de planos de saúde

O deputado federal Zoinho (PR-RJ) trabalha na Câmara Federal pela aprovação de proposta de sua autoria que assegura os direitos dos jovens usuários de planos de saúde no Brasil. O projeto do republicano busca garantir, através de inciso na Lei dos Planos, os direitos dos dependentes com até 24 anos, matriculados em curso regular reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Zoinho argumenta que a alteração do texto se faz necessária, uma vez que “as operadoras de planos de saúde parecem sempre encontrar algum mecanismo para dificultar a vida do consumidor e de ampliar suas já enormes vantagens e sua capacidade em auferir lucros”.

Com a proposta apresentada pelo parlamentar republicano, fica claramente expressa na Lei a determinação que muitas vezes não é cumprida e que protege e ampara jovens dependentes de seus responsáveis.

“Dessa forma, apresenta-se esta proposição, que assegura o direito de ser dependente até 24 anos, junto aos planos de saúde, desde que esteja matriculado em curso reconhecido pelo MEC. Alcançam-se, assim, tanto os cursos técnicos, de graduação e de pós-graduação”, explica.

De acordo com o republicano, “cada plano interpreta o conceito de estudante a sua maneira”, o que pode prejudicar inúmeros jovens “especialmente os de baixa renda, tem maior dificuldade de entrar em uma universidade, estando muitas vezes, nesta faixa etária, frequentando um curso técnico e, portanto, em regra, encontram-se na dependência econômica dos pais”.